Acaso

Até em que ponto as coisas acontecem de maneira planejada? Será que a quantidade de acasos não é maior do que a gente imagina? E em que aspecto os tantos acasos impactam em nossas decisões e têm influência em nossas vidas?

Por definição, acaso (do latim casu) é algo que surge ou, acontece sem motivo ou explicação aparente. Quantas situações em nossas vidas somos expostos ao acaso que poderiam ter benefícios incalculáveis? Que mesmo com o mais rigoroso dos planos não nos damos conta disso? Simplesmente pelo fato daquilo não estar planejado, não ter sido pensado antes ou, não caber no planejamento de gastos?

Muitas vezes sentimos a necessidade de fazer as coisas conforme o nosso plano, seguimos um roteiro planejado antecipadamente que contém ou, deveria conter, tudo aquilo que precisaremos para aquele período de tempo… E refazemos isso repetidamente ao longo de nossas vidas, condicionando-nos à limitação de um plano que julgamos ser o melhor para nós. O ato de planejar é válido! É uma maneira de prevenção contra às possíveis anormalidades que podem nos atingir inesperadamente. Estar preparado é importante mas a vida vai muito além dos nossos planos.

acaso
Acaso: lugar nenhum também é caminho

“O absurdo e a incerteza estapeiam a nossa face a cada esquina” Albert Camus (1913–1960)

O acaso propriamente dito possui três características importantes: 1) É um evento imprevisível e raro apenas para quem não o previu, 2) O evento se torna compreensível somente após ter acontecido e, 3) O evento tem um impacto extremo para quem o sofreu. Nossa vida não segue uma pauta milimétrica e previsível, também existe o acaso, um acontecimento matematicamente improvável no qual é quase impossível prever o seu efeito.

A incerteza do acaso gera uma dificuldade de assimilação daquilo que já estamos habituados, pode nos confundir e criar expectativas sobre algo até então desconhecido. De todo modo é melhor estarmos preparados para os acasos da vida em vez de só reagir diante dos eventos, nesse aspecto o planejamento é importante. E tão importante quanto o planejamento é ter a mentalidade flexível, pois, muitas vezes, são nesses instantes da vida que surgem oportunidades únicas.

Autor: Rodrigo Azevedo da Costa

Convide-me para um café!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s