Potencial

Por definição, potencial é algo “relativo à potência, suscetível de existir ou acontecer, mas sem existência real, virtual.” Geralmente associamos essa palavra à grandiosidade de coisas que uma pessoa pode fazer, não é verdade? Mas, do mesmo modo, é possível pensar em potencial como algo nosso que fica ali no canto, meio que deixado de lado, sem de fato ter uma existência real em nossas vidas.

O nosso potencial precisa estar sempre em desenvolvimento.

Toda pessoa nasce com um potencial e, para desenvolvê-lo é preciso dispor de ferramentas, condições e experiências que favoreçam a utilização de suas habilidades para solucionar problemas, imaginar situações e, ir além do que se pode. Uma pessoa que não desenvolve seus potenciais é como um animal que nasceu em cativeiro. Não tem condições de voltar a viver livre na natureza, perde o instinto pela caça ou, não sabe se relacionar com outros animais da mesma espécie, está limitado ao ambiente que está inserido.

As potencialidades quando exercidas ativamente promovem além de tudo um crescimento individual, faz com que a pessoa se abra para novas oportunidades e modos de pensar, busque por relações saudáveis e que agregam ao seu estilo comportamental. Pode parecer simples mas, observe as pessoas bem sucedidas ao redor, todas elas se esforçam ao ponto máximo que conseguem até extrapolar e, nessa ruptura de “zona”, elas deixam de ser um potencial sucesso para de fato sê-lo em toda a sua plenitude.

É cansativo se tornar ou, buscar aquilo que se deseja. Nesse processo vão-se horas de aprendizado, tentativas frustadas, perdas recorrentes, mais tentativas frustadas, pensamentos negativos, comentários contrários. E, mesmo diante de várias dificuldades e justificativas para cessar, o que difere as pessoas é uma decisão. Histórias de sucesso e superação existem ao monte, todas tem algo em comum: o esforço empregado continuamente diante de um problema ou, para alcançar um desejo pessoal.

Todos têm um potencial dentro de si, porém, poucos o tornam realidade

autor desconhecido

O potencial que existe em cada um de nós precisa ser exercido e praticado ao limite, cada um a sua própria maneira e condições possíveis. Claramente, não se trata de uma opção viável a maioria, será mesmo? Devemos parar de pensar que não somos bom o suficiente para fazer alguma coisa. Uma vez que decidimos pelo caminho do desenvolvimento o maior beneficiado somos nós próprios, deixaremos de ser potenciais para nos tornar de fato o resultado que buscamos.

Autor: Rodrigo Azevedo da Costa

Convide-me para um café!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s