Distribuição Normal

Na área da matemática e da estatística, a distribuição normal é uma das distribuições mais utilizadas para modelar fenômenos naturais. Isso se deve ao fato de que um grande número desses fenômenos apresenta sua distribuição de probabilidade tão proximamente normal. Falando em termos matemáticos, consiste em uma distribuição de probabilidade absolutamente contínua parametrizada pela sua esperança matemática e desvio padrão. Difícil?

Quando sabemos usar as variáveis corretas, tudo fica mais fácil

Talvez o conceito formal seja um pouco complicado de entender mas, vamos imaginar que você esteja respondendo a uma pesquisa para descobrir a média de altura dos brasileiros. Haverá diversas respostas e, pessoas com diferentes alturas, não é verdade? Mas ao final, será possível determinar um intervalo no qual haverá uma maior quantidade de alturas respondidas, provavelmente bem no meio das faixas de valores apresentados. Essa ideia pode ser melhor visualizada utilizando um tabuleiro de Galton.

Por mais que algumas pessoas façam o que for necessário para buscar uma melhoria de vida, realizar algum projeto grandioso, alcançar um objetivo que parece impossível, muitas caíram na “normalidade”. Não que não seja possível fazer tudo o que se deseja mas, a verdade é que para alguns isso é mais difícil. Precisam de mais esforço, mais dedicação, mais comprometimento e mais resiliência para não se deixar abater diante das situações adversas que aparecem pelo caminho e, isso deixa o resultado mais recompensante do que era inicialmente.

Com mais empenho empregado para estudo e realização de algo, passamos a tomar decisões melhores e, com isso, parece que a sorte começa a sorrir pra gente. Passamos a pensar diferente, priorizar objetivos que realmente agreguem ao nosso perfil comportamental e, como consequência, conseguimos refletir esse esforço àqueles que estão ao nosso redor. De certa maneira, as decisões que tomamos e conquistas que alcançamos hoje, passam para os que virão depois de nós.

Somos um acúmulo de cultura, relações, educação e até mesmo, do patrimônio de gerações anteriores a nossa. Essas variáveis devem ser utilizadas da melhor maneira possível para que possamos realizar mais do que aparentemente podemos e, mesmo que sejamos privados de qualquer possibilidade – por fatores governamentais, crises econômicas, corrupção, falta de segurança, educação, etc – precisamos fazer o esforço necessário a fim de melhorar as nossas chances de sucesso, e assim, sairmos do comum.

Autor: Rodrigo Azevedo da Costa

Convide-me para um café!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s