Realize os seus desejos

Viver, dependendo do local onde se está, parece cada dia uma tarefa mais difícil. Estamos cercados de problemas dos mais variados tipos: sociais, financeiros, políticos, pessoais… E nessa imensidão de problemas, às vezes, não nos permitimos viver as coisas que desejamos para nós. É totalmente compreensível, chega uma hora que a gente cansa e não aguenta mais nadar contra a correnteza.

Neste cenário, eventualmente, acabamos nos deixando levar por sonhos e vontades de outras pessoas, podendo ser familiares, ou os chamados “influenciadores”. Buscamos conhecimento, queremos mudar nossa rotina, nossos hábitos e costumes de uma hora para outra, com muita empolgação, mas muitas vezes, sem a motivação necessária que nos faça permanecer nesse novo caminho. Compramos uma ideia mas, muitas vezes, não plantamos a semente da mudança dentro de nós.

Entenda, não digo que isso é ruim, mas precisamos ter a certeza de que essa é a mudança que queremos, ou se estamos apenas animados com uma possibilidade que nunca passou antes pelas nossas cabeças. O ponto de reflexão aqui, é a incorporação de uma vontade maior que nunca foi nossa. A partir daí, passamos a desejar objetivos e buscar metas para satisfazer uma vontade adquirida de terceiros, e não nossa de fato, entende?

Qual o problema disso? As consequências que virão serão responsabilidades nossas. Mudanças de objetivos, requerem mudanças de atitudes, de pensar, posicionamentos, comportamento e aos poucos, nos vemos cercado de obrigações para cumprir achando que isso nos levará onde desejamos. Na verdade, a gente precisa identificar em nós, o que nos faz bem e priorizar as atitudes, maneiras de pensar, planejar os objetivos para aumentar a nossa satisfação. Por mais difícil que possa parecer, funciona ;D

Não viva de sonhos, tenha capacidade própria de realizar todos os seus desejos.

E por que isso acontece? É aquela história: a grama do vizinho é mais verde. Desejar o que é do outro parece mais fácil e melhor. Parece que já vem pronto com tudo o que precisamos. É mais convidativo ao sentimento de euforia, alegria instantânea, nos dá sensações que nos fazem lembrar de como era quando jovens e libertos, é animador… Acredito que doses moderadas desse sentimento nos propicia um gás extra, além do necessário, pode provocar frustrações e arrependimentos.

Autor: Rodrigo Azevedo da Costa

Convide-me para um café!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s